Pulo do Lobo

domingo, Dezembro 11, 2005

O laico no caminho de Emaús

Mário Soares prega com frequência o encontro entre as religiões. Mas no Expresso de 23 de Julho dizia: "A verdade é que vivemos um momento de grande fanatismo que ataca todas as religiões, para não referir o que se passa com a proliferação de certas seitas, como as evangélicas". A 29 de Março de 2005 na Sociedade Aberta da Sic juntou no mesmo saco "talibans e evangélicos". A 15 de Abril de 2004 na Visão revelava o receio que sentia das "seitas fanatizadas, extremistas, como os evangélicos".
Os evangélicos, confissão da qual faço parte, são neste país a maior minoria religiosa. Não obstante, falta-nos o aconchego que só as carpetes muçulmanas transmitem a um candidato humanista. Somos a religião do "senhor Bush", os "cruzados do apocalipse" que fizeram a folha a Saddam.
Entretanto, mal saiu para a estrada eleitoral Mário Soares recriou num lanchezito uma conferência ecuménica. Segundo consta, com evangélicos e tudo. Eventualmente para demonstrar que é possível negociar com terroristas.

Saiba mais
Sabia que Bill Clinton também é evangélico? Sabia que Jimmy Carter também é evangélico? Sabia que Martin Luther King também era evangélico? Sabia que em 90% das vezes que um europeu fala acerca da religião nos Estados Unidos acaba por meter os pés pelas mãos? O Pulo do Lobo educa. O Pulo do Lobo é uma bênção.

16 Comments:

  • At 11:22 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    touché!

     
  • At 12:19 da manhã, Anonymous George said…

    E Cavaco é da mesma religião que Bush?

     
  • At 1:17 da manhã, Blogger Hoka Hei said…

    Evangélico ou não, isso continua a não ser motivo para votar em Cavaco.

    E alguém ainda dá ouvidos ao Soares? Ele bem diz que sabe ouvir, mas quem lhe quer dizer alguma coisa?

     
  • At 8:35 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    A minha grande preocupação deriva da crença do senhor Mário Soares.
    O humanismo é também uma crença, para assim dizer. [Os axiomas do humanismo
    são ilusórios e desmentem a realidade.] É uma questão de definição, que não admite discussão. :-)

    Ninguém consegue viver e sobreviver sem crer, acreditar em algo. Agora
    a crença, a fé do senhor Mário Soares é chocha, baseada em areia.

    Como pessoa, ele merece o mesmo respeito como qualquer pobre deste mundo, mesmo não tendo o mesmo nível de cultura como por ele directamente ou indiretamente exigido, [aí que disparate, que grande disparate e que rico esses pobres pelo mundo fora: 10-0 para os adverários :-)].

    Mas o que ele diz, dia por dia, merece na quase generalidade o maior repúdio, por aqueles que amam a verdade. Os defensores do relativismo deste mundo, por falta de verdadeira cultura, :-) não compreenderam ainda as consequências desse seu particular pensamento. Eles nem sequer se apercebem do significado duma contradição e o seu impacto.

    É triste e fatal, para os apoiantes do senhor Mário Soares, neste especial caso ... :-)

    Lino Reis

     
  • At 11:06 da manhã, Anonymous Luis Pais said…

    Religião?


    O Ópio do Povo!

     
  • At 11:35 da manhã, Anonymous boris said…

    O problema está ou não na definição de "seita"?
    O sr.Bush é ou não um fundamentalista?
    O Pulo do Lobo induca..

     
  • At 3:14 da tarde, Blogger el__sniper said…

    Só faltou dizer umas coisitas como por exemplo:
    ''...The Christian Left encompasses those who hold a strong Christian belief and share left-wing or socialist ideals.

    Contrary to the United States, the majority of Evangelicals in Western Europe, have some left side inclinations in their political views...''

    ou

    ...The word evangelicalism usually refers to a tendency in diverse branches of Protestantism, typified by an emphasis on evangelism, a personal experience of conversion...


    ao contrário do que se quer fazer entender neste post os envagélicos não são uma organização (como os católicos), são um conjunto de igrejas, orientações religiosas que têm em comum um conjunto de características. Como na igreja católica encontramos grupos mais fundamentalistas e grupos mais tolerantes. Dentro dos mais fundamentalistas encontram-se os Some of the leaders of this broader party called themselves os neo-evangelistas do qual, salvo erro, Bush faz parte mas Clinton não.

     
  • At 4:02 da tarde, Blogger Miguel Marujo said…

    Soares confunde evangélicos com evangélicos. Mas o meu amigo Tiago oblitera o essencial: Soares foi reconhecido pelo seu empenho no diálogo interreligioso pela Comunidade de Santo Egídio (católica). E, sim, há fundamentalismos evangélicos, que apregoam uma missionação exclusivista e excluidora... (Como os há entre os católicos - quem não se lembre de César das Neves ou, noutro campeonato, de Lefèvre?!. Soares fala destes evangélicos. O resto é confundir evangélicos sãos (como o Tiago, malgré Cavaco) e evangélicos daninhos (como Buchanan-e-tantos-outros-fundamentalistas). (Assina um católico)

     
  • At 4:07 da tarde, Blogger Pedro Picoito said…

    Excelente e ecuménico post. Às vezes, os filhos da luz sabem-na toda...

     
  • At 6:12 da tarde, Blogger Marco said…

    "Sabia que Bill Clinton também é evangélico? Sabia que Jimmy Carter também é evangélico? Sabia que Martin Luther King também era evangélico?"
    E então? Espero que isso não seja uma tentativa de avaliar uma religião em função da proeminência de alguns dos seus seguidores.
    Eu conheço pessoalmente alguns evangélicos; são gente boa. Mas sei que
    os evangélicos não podem ser todos metidos no mesmo saco. Estou a lembrar-me do KKK...

     
  • At 6:15 da tarde, Blogger Marco said…

    Dia 22 o Cavaco também faz uma "lanche ecuménico".
    :-)

     
  • At 8:42 da tarde, Blogger sabine said…

    Caro Tiago Cavaco: com este post conseguiu chegar ao nível dos posts arruaceiros de Medeiros Ferreira no Bicho Carpinteiro. Parabens! Como tal, tenho dois comentários para si:
    1. Belo jogo de retórica onde através de meias-verdades se engana muita gente!
    2. Com as meias-verdades me enganas!

     
  • At 8:42 da tarde, Blogger sabine said…

    Caro Tiago Cavaco: com este post conseguiu chegar ao nível dos posts arruaceiros de Medeiros Ferreira no Bicho Carpinteiro. Parabens! Como tal, tenho dois comentários para si:
    1. Belo jogo de retórica onde através de meias-verdades se engana muita gente!
    2. Com as meias-verdades me enganas!

     
  • At 10:27 da tarde, Blogger Tiago Cavaco said…

    My sweethearts,
    detesto comentários em blogues mas acedo a alguns esclarecimentos.
    George: Cavaco não é da mesma religião que Bush.
    Boris: o problema não está na definição de seita. Acerca de Bush ser fundamentalista tenha a gentileza de consultar o meu blogue (vozdodeserto.blogspot.com) e ler "Evangélicos, once again" que talvez ajude. O Pulo do Lobo educá-lo-á se estiver para aí virado.
    El Sniper: seria útil citar as suas fontes (que sagrado para mim só mesmo a Bíblia). O meu post não afirma que os evangélicos são uma organização. Não existe qualquer tipo de estratificação que traga à vida o termo neo-evangelists. Bush é metodista, Clinton baptista, Carter baptista, King baptista e eu próprio baptista. Curiosamente os metodistas são uma denominação protestante mais antiga e, historicamente, menos radical que os baptistas. Veja lá a ironia da coisa.
    Ao Miguel Marujo respondo pessoalmente porque é meu amigo.
    Marco: o apontamento da religião dos três mencionados não é feito em para reforçar a sua proeminência. Mas sim para demonstrar o quão relativo é o uso do termo fundamentalista aplicado a Bush pelo Dr. Mário Soares. As pessoas não podem ser metidas todas no mesmo saco. Não há ainda um saco com semelhantes dimensões.
    Sabine: creio ter compreendido as suas conclusões. O mesmo não acontece com as premissas que usou.
    Leiam umas coisas. Sugiro "History of Christianity" de Paul Johnson que até é europeu e católico. Para não dizerem que este fundamentalista aqui não tem hábitos ecuménicos.
    Beijinhos.

     
  • At 10:57 da tarde, Blogger sabine said…

    Caro Tiago Cavaco: obrigado pelos esclarecimentos. Fui conhecer o seu blogue e gostei do que vi. Peço desculpa pelas palavras grosseiras que usei anteriormente.

     
  • At 12:36 da manhã, Blogger rais said…

    Se este país de gente mesquinha fosse capaz de compreender a ridícula não-ameaça que nós, os evangélicos, representamos, Mário nunca teria proferido tanta idiotice. Entre nós, o único poder de que se fala é o da oração.
    Acreditem se quiserem.

     

Enviar um comentário

<< Home