Pulo do Lobo

domingo, dezembro 11, 2005

Jogo de cintura

«Como toda a gente sabe, para um conservador não há escumalha mais desprezível que a do neoconservadorismo.» Por uma vez concordamos. Percebe agora, caro Ivan, como duas pessoas sérias, com os mesmos dados, chegam às mesmas conclusões?
Provocações e ironias à parte, concordo genuinamente consigo. Efebos assanhados com fome de ideologia que subitamente se convertem às maravilhas do mercado e à Liberdade com letra maiúscula (abstracta e apolítica), nunca me inspiraram grande confiança.
Exactamente por isso, pelo desprezo que lhes concedo, escolhi para título «neo-conservadores». Não vejo onde possa estar o equívoco. As razões de escolha parecem inclusive amplamente compreendidas pelo Ivan. Um neo-conservador é um convertido, um recém-chegado ao estádio final de uma evolução assaz problemática. Repare que o que eu quis partilhar com o mundo foi precisamente o quão grotesco me parecia defender uma candidatura socialista com recurso a argumentos conservadores. É que, ultimamente, temos visto generosos soaristas enfiando na carapuça o embaraçante papel de «recém-convertidos» a quem se devem juntar, segundo o próprio Ivan, todos «os conservadores dignos desse nome», exortação que nos remete para o longínquo ano de 1986, quando, num comício na Madeira, o dr. Soares proclamou à multidão expectante a sua natural propensão para o «centro democrático e social».
Ainda que esta aparente conversão sirva interesses meramente estratégicos, não deixa de ser muitíssimo irónica e perturbantemente reveladora. Temo que seja isto o chamado «jogo-de-cintura», uma actividade trilhada ao sabor da oportunidade e da circunstância, errática e irregular. É assim o desespero.

6 Comments:

  • At 8:59 da tarde, Blogger Boris said…

    Cavaco Silva disse que há que ter cuidado ao alterar a lei da nacionalidade para que os portugueses não se transformem «numa minoria»,

    Isto é verdade?

     
  • At 2:33 da tarde, Anonymous ANTISOARISTA said…

    sao socialistas quando lhes dá jeito e conservadores quando lhes dá jeito... andam mm desesperados..

     
  • At 8:20 da tarde, Anonymous Mario Borba said…

    sou conservador e voto cavaco porque acho que o homem é naturalmente mau (como o próprio cavaco confirma sempre que aparece na televisao)

     
  • At 4:52 da manhã, Anonymous João McGrave said…

    sou conservador. gosto de oakeshott, paul johnson e sobretudo leo strauss. vou obviamente votar cavaco, mas acho que é chegado o tempo de trazer os conservadores para o debate!
    o liberalismo (de quem eu sou por assim dizer aliado, neste momento) está muito na nova, mas existe uma escola de pensamento conservador que ganha cada vez mais adeptos também. é tempo de falar dela.
    Cavaco, por exemplo, será muito mais um conservador (ou um liberal clássico) do que um neo-liberal.
    Imaginem que Tocqueville estava vivo... em quem votaria?

     
  • At 5:09 da manhã, Anonymous Joaquim Gonçalves Baptista Bastos e Sousa said…

    ide em paz meus filhos, cavaco que vos abençoe..

    p.s. o soares anda mesmo desesperado, é uma fatalíssima verdade

     
  • At 7:27 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    O ivan, coitadinho, nem responde.. tef tef..

     

Enviar um comentário

<< Home