Pulo do Lobo

quinta-feira, dezembro 29, 2005

Pesos e Medidas

Mesmo em campanha presidencial, Manuel Alegre, Jerónimo de Sousa e Francisco Louçã já criticaram os aumentos de 1,5% para a função pública em 2006.
É impressão minha ou estão a intrometer-se nas competências do governo?
É impressão minha ou ninguém está preocupado com isso?

10 Comments:

  • At 2:27 da tarde, Blogger Sérgio said…

    É impressão minha ou o Picoito já se esqueceu que Jerónimo e Louçã são, para além de candidatos presidencias, dirigentes partidários?

     
  • At 3:01 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Clarrissimo como a água: se Cavaco ousasse sequer aproximar-se do que os outros candidatos dizem (julgo que sem pensar, mas dizem), caia oi Carmo e a Trindade!!

    Eu até já ouvo um senhor chamado Mário Soares a PROMETER o regresso de uma linha férrea em trás-os-montes (!!!)

    ou terei sonhado?...


    DS

     
  • At 3:05 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Isso é então um crítica a Cavaco Silva ou um elogio a Louça e Jerónimo?

     
  • At 3:17 da tarde, Blogger rb said…

    A grande diferença é que eles não têm a mais pequena hipótese de vir a ser PR e apenas pretendem assegurar tempo de antena.

     
  • At 3:56 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Então não é que o candidato Jerónimo disse que o PR devia intervir na consertação social em curso? Então ninguém diz nada? Não será isto uma intrumissão nas competências do Governo? Haja paciência...

     
  • At 4:18 da tarde, Anonymous nobody said…

    É impressão minha ou o Picoito já se esqueceu que Jerónimo e Louçã são, para além de candidatos presidencias, dirigentes partidários?


    - está a acusar o JS de usar meios da campanha presidencial para acçao parlamentar .

    Ou isso é apenas o desconhecimento do facto de que o JS fez essa critica numa acçao de campanha enquanto canditato ??

     
  • At 7:17 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Além destes dois "melros", cuja sensatez e honestidae mental é cristalina, mesmo sem abrirem a boca, outros dois dizem não comentar.
    O MS - por elegância (deixa-me rir), enquanto que o MA - não quer substituir-se a Jorge Sampaio.
    Se este aumento é para toda a Função Pública, então deverá ser extensivo às Forças Armadas, certo?
    Assim sendo, qual a opinião do Comandante Supremo das Forças Armadas?

     
  • At 10:09 da tarde, Blogger DCP said…

    Para certas e determinadas situações, dependendo das conveniências políticas, são líderes partidários, para outras são candidadatos a PR.
    É a chamada esquizofrenia política.
    Claro como água...

     
  • At 1:48 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Já dizia a minha avózinha, "antes de dizeres mal dos outros, olha-te ao espelho".(Frase dirigida a Francisco Louçã e Jerónimo de Sousa)

     
  • At 10:20 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. »

     

Enviar um comentário

<< Home