Pulo do Lobo

quarta-feira, dezembro 28, 2005

A Mulher, a Mãe, a Tia, a Sogra e a Amante de César

Vai por aí grande foguetório à conta da sugestão de Cavaco de que se crie uma Secretaria de Estado para acompanhar as empresas estrangeiras. Se o homem fica pelas curiais generalidades, aqui d`el rei que não diz nada. Se apresenta propostas concretas, aqui d`el rei que diz a mais. Decidam-se.
Curiosamente, o repúdio do alvitre cavaquista faz o pleno dos candidatos de esquerda. Há falta de memória, mas não falta de vergonha. O mesmo Alegre que alerta para o risco de "governamentalização da Presidência" ameaçou, há dias, dissolver o Parlamento se algum Governo se atrevesse a privatizar a água. Jerónimo e Louçã, que agora acusam Cavaco de se intrometer nas competências do Executivo, defenderam já várias vezes a nossa saída da NATO - por certo com o acordo de Sócrates. Quanto a Soares... Bem, Soares propõe-se explicar aos portugueses a necessidade de sacrifícios uma vez na Presidência, mas foi ele a verdadeira oposição a Cavaco quando este era Primeiro-Ministro. Cavaco fazia o discurso do "oásis", Soares fazia congressos e presidências abertas sobre palmeiras mortas. Cavaco aumentava as portagens da ponte 25 de Abril, Soares apelava ao "direito à indignação". Etc.
E vêm tão contemplativos senhores arguir Cavaco de presidencialismo? Por favor, camaradas, respeitem a nossa inteligência.

11 Comments:

  • At 2:07 da manhã, Anonymous joyce said…

    Poste muito fraquinho.....

     
  • At 4:38 da manhã, Anonymous atreyu said…

    Evidentemente, um candidato presidencial não perde a cidadania: tem o direito (dever, dizem alguns) de contribuir com a sua opinião. Mas não foi feliz a sugestão, que pensa CS que é a API?
    Infelizes foram as declarações posteriores, "Não disse nada disso" é demasiado contraditório com "Já o estou a propor aqui"...

     
  • At 4:45 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    coitadinho do candidato. É uma vítima. Este país está cheio de calimeros.

     
  • At 9:42 da manhã, Blogger Sérgio said…

    Mais tarde ou mais cedo tinha de ser. O candidato tinha que cometer uma gaffe. Como foi possível? Arrancaram essa página do guião? O problema não está em dizer alguma coisa, até era bom que o fizesse para que os eleitores percebessem o perigo que enfrentam. O problema está em afirmar que vai fazer, ou, nas suas humildes palavras, sugerir, acções que não seriam da sua competência se fosse eleito. Percebe a diferença?

     
  • At 10:21 da manhã, Blogger Bart Simpson said…

    "Se o homem fica pelas curiais generalidades, aqui d`el rei que não diz nada. Se apresenta sugestões concretas, aqui d`el rei que diz a mais. Decidam-se."

    O problema é que das (rarérrimas) vezes que abre a boca ou sai asneira ou entra m* (ou bolo-rei...)

     
  • At 10:45 da manhã, Blogger DCP said…

    E a visita que a comitiva de Mário Soares fez às barragens alentejanas? Servidos por 14 (!!!) viaturas todo o terreno propriedade de uma empresa pública, com os engenheiros e técnicos dessa mesma EP a servirem de motoristas e guias a toda a comitiva, o gasóleo pago por essa mesma EP à disposição do candidato e seus correligionários, para uma inconsequente expedição 4x4 pelo baixo Alentejo.
    Não deixa de ser o candidato apoiado pelo partido do governo!!!

     
  • At 3:46 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Inteligência?!!
    De quem?! De quem?!!!...

     
  • At 3:53 da tarde, Anonymous Outro said…

    O primeiro responsável pela API foi o Dr.Cadilhe; nunca tive grande simpatia pelo bicho; agora, o dr.Cadilhe, qual monstrinho que se preze, virou-se contra o criador, o Cavakenstein.
    Bom proveito lhes faça aos dois...
    Mas lá que a API, salvo o título de secretário de Estado (cargo que, se bem se lembram, a cavacal figura apelidadva de "ajudantes dos ministros"), fazia aquilo para que o descobridor da pólvora de Boliqueime veio aconselhar o PM a criar a Secretaria de Estado, lá isso fazia.
    Claro que os basbaques acharam genial a patacoada do professor!
    É caso para lembrar que certos professores "dizem coisas boas e coisas originais; só que as originais não são boas e as boas não são originais".

     
  • At 11:43 da manhã, Anonymous Anónimo said…

  • At 10:24 da tarde, Anonymous Anónimo said…

  • At 6:50 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    best regards, nice info film editing schools

     

Enviar um comentário

<< Home