Pulo do Lobo

sexta-feira, dezembro 30, 2005

Podem Ficar Com o Resto

Então hoje é sexta-feirazinha, já lá vai uma manhã inteira e o Super-Mário ainda não citou o VPV?
Eu dou uma ajuda:
"O dr. Cavaco tem pleníssimo direito, como particular e candidato, de arejar as fantasias que lhe apetecer. Quer um secretário de Estado? Por que não? O Presidente da República já não pode querer o que lhe vier à cabeça? Sócrates não precisa de o ouvir ou de lhe obedecer. A parte significativa deste ridículo episódio não foi o devaneio do dr. Cavaco, foram as reacções que ele suscitou: o ar grave de Mário Soares, murmúrios na esquerda, o alarme do PS, as críticas dos comentadores, o aviso cautelar dos sábios de Coimbra. Não se percebe."
Claro que este é o único parágrafo que se aproveita, mas podem ficar com o resto.

3 Comments:

  • At 3:40 da tarde, Blogger Sérgio said…

    Que coerência é esta quando só se trenscreve um parágrafo por ser o mais conveniente? Então o resto não se aproveita? Porquê?

     
  • At 10:52 da tarde, Blogger Pedro Picoito said…

    O resto não se aproveita porque não está ao altíssimo nível a que nos habituou VPV. Por exemplo, imagine que ele até diz mal do Cavaco...

     
  • At 6:45 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Best regards from NY! » »

     

Enviar um comentário

<< Home