Pulo do Lobo

sexta-feira, dezembro 30, 2005

O Assalto ao Palácio de Inverno

Quando vai ao Alentejo ou ao Barreiro, já se sabe, o agora comunista de rosto humano Jerónimo Jekill solta o realismo soviético do Mr. Hyde de sempre. Ontem, na bela Beja, Jerónimo profetizou que, se "o candidato da direita" vencer, "é o projecto democrático que está em causa". Tem toda a razão: "não podemos esquecer o que Cavaco Silva representa, as forças que o apoiam e o ajuste de contas que procurou fazer com o 25 de Abril durante os dez anos em que foi Primeiro-Ministro".
Eu diria mesmo mais: não podemos esquecer que, no fundo, no fundo, as forças que apoiam Cavaco querem é ajustar contas com 1917.

6 Comments:

  • At 3:38 da tarde, Blogger Sérgio said…

    Jerónimo Hyde, não me parece. Parece-me, isso sim, que concorda com a afirmação de Jerónimo quando diz "... e o ajuste de contas que procurou fazer com o 25 de Abril durante os dez anos em que foi Primeiro-Ministro." E, se assim for, é grave e só reforça os receios de quem vê nesta candidatura um retrocesso. É que, sabe, há muitas pessoas por aí para quem o 25 de Abril não é passado.

     
  • At 5:59 da tarde, Blogger Bart Simpson said…

    esta não teve grande graça.
    Os Czars não são propriamente o "fetiche" de JS, mas os banqueiros são, mesmo, os grandes aliados de CS...

     
  • At 9:37 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Infelizmente temos de admitir que a grande maioria do Alentejo está para aí virado(felizmente nem todo), no entanto podem permitir-se a serem apoiantes comunistas porque não foram eles que sofreram 70 anos de um governo com essa (des)orientação, mas o mesmo não o dizem os camponeses na Russia, que souberam o tão cruel um regime pode ser, em que de muita fome sofreram,etc... Mas tenho bastante pena que isso n seja divulgado á sociedade alentejana, que ainda vive na utopia de que é o comunismo que os irá ajudar.
    Soube que em Beja alguém disse que votava no PCP mesmo que o cabeça de lista fosse um burro, parece que tem sido isso mesmo que se tem vindo a verificar em bastantes localidades além do Tejo.
    (Falo a propósito do Alentejo porque apesar de não ter nascido e não viver lá, considero-me Alentejano por ter as minhas origens todas nessa região, e é por isso que penso ter uma visão de observador que me permiter fazer esta critica).

     
  • At 10:55 da tarde, Blogger Pedro Picoito said…

    Caro Sérgio, pode ter a certeza que para mim o 25 de Abril não é passado. Precisamente por isso é que me irrita que o PCP, um partido do passado, se reclame proprietário da data. Ainda vou escrever um post sobre isto.

     
  • At 10:15 da manhã, Blogger Sérgio said…

    Por muito que lhe custe essa é a verdade. O PCP, a par de uma série de outras pessoas e organizações, foi de facto o partido que mais lutou contra a DITADURA FASCISTA. É assim que se chama e não um regime de força como um apoiante do seu candidato refere. E só por isso é que o Picoito se arroga a escrever as barbaridades que escreve. Sabe que a arrogância não costuma trazer bons frutos. Dia 22 de Janeiro veremos.

     
  • At 8:11 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Where did you find it? Interesting read » »

     

Enviar um comentário

<< Home