Pulo do Lobo

sexta-feira, janeiro 06, 2006

Estratégia Soarista: A Confusão

A estratégia de campanha de Mário Soares continua, a duas semanas das eleições, uma enorme confusão.

A estratégia, se é disso que se trata, não parece obedecer a qualquer lógica e a cada dia que passa parece confirmar-se o que muitos desconfiavam. Soares está sozinho.

Acredito que, na sua comissão política, exista gente sensata mas que ou estão a falar para as paredes ou já se resignaram. Só assim se explica o total desastre que tem constituído a sua campanha eleitoral.

Desde o início que o Dr. Soares apontou baterias a Cavaco Silva numa estranha obsessão que se tem vindo a acentuar a cada dia que passa. O último episódio dos financiamentos e que não passa de um número de circo, como tão bem explica João Gonçalves, é um bom exemplo da confusão que grassa na campanha soarista.

Nota: Gostaria de agradecer o amável convite do Tiago Geraldo para participar no Pulo do Lobo e os esforços do Paulo Marcelo para que tal convite tivesse lugar.

3 Comments:

  • At 5:52 da tarde, Anonymous Manuel Pinheiro said…

    Bem-vindo, caro Afonso.

     
  • At 10:58 da tarde, Anonymous Free Lancer said…

    Com a carência de verdadeiros "escribas", o PULO DO LOBO viu-se na contingência de ter de "convidar" alguém de fora que dê um mínimo de "brilho" aos seus posts, pelo que o Afonso A. Neves é uma mais-valia razoável, num universo manifestamente deficitário em termos de argumentação lógica e em que a composição estilítica dos textos se salda por uma indigência genèricamente confrangedora!
    Salvé Afonsus, Praeclari Scribae Portucalensi Te Salutam !

     
  • At 2:15 da manhã, Blogger DCP said…

    Caro Free Lancer, para quem fala em «composição estilítica dos textos» e outras parvoíces do género, fica-lhe bem o acento grave na palavra genericamente.

     

Enviar um comentário

<< Home