Pulo do Lobo

segunda-feira, dezembro 05, 2005

Soares fracturante

Esta campanha tem revelado um Soares cada vez mais próximo da esquerda radical e da sua agenda artificial.
O último episódio foi subscrever, "na íntegra" como salientou, o Manifesto do MP3, um misto de comunicado do Bloco com o estilo do Não te Prives.
Está lá tudo, desde a legalização da prostituição, os direitos dos homosexuais, o aborto livre até às 12 semanas, a luta contra a privatização da energia, e até referências aos movimentos sociais de Porto Alegre...
Talvez faça perder o sono a alguns...
Mas não são estes os temas que mais preocupam os jovens, nem servem para unir os portugueses.

5 Comments:

  • At 9:40 da tarde, Anonymous Comandante Che said…

    Sendo o dr. Soares filho de um padre e marido de uma devota, só lhe fica bem a caridade cristã, não acham?

     
  • At 9:37 da manhã, Blogger Sérgio said…

    Escrevo isto não sendo apoiante de Soares. Agora, as questões por si levantadas são realmente fascinantes porque desfasadas de toda a realidade. Mas, enquanto enquanto me debatia com este fascínio, reparei que já me esquecia da finalidade deste espaço. Levar Cavaco à Presidência, custe o que custar, doa a quem doer. Agora considerar que nehuma destas questões preocupa os jovens? Sabe que a economia, essa ciência que os senhores defendem, o neo-liberalismo selvagem diz muito pouco a muitos jovens. As dificuldades que se sentem hoje em dia, para além de económicas, têm outros semblantes mais abrangentes e que passam pelas questões dos direitos sociais, por uma liberdade de se poder fazer uma escolha sem estar sujeito às mentes tacanhas pró-vida (como se alguem não o fosse), contra a cruel discriminação que os homossexuais enfrentam diariamente (que o senhor deve desconhecer, porque pessoas como o senhor contactam muito pouco com a realidade), pela procura de sistemas alternativos à desumanização económica que vocês defendem. Desumanização que nunca ataca os administradores bancários mais preocupados em duplicar ou triplicar as centenas de milhões de euros que têm de lucro. É nessa procura que os movimentos sociais a par de alguns partidos políticos fazem sentido e é por isso que as referências a estes movimentos são sempre importantes. Por agora é tudo. Não façam é destas eleições uma canonização (tão do vosso agrado) antecipada. A coisa só se resolve a 22 de Janeiro.

     
  • At 3:18 da manhã, Anonymous lucas manarte said…

    acontece que há políticos com P grande que defendem causas e que estão à frente do seu tempo liderando a sociedade e há outros que ignoram os sinais dos tempos, escondem-se atrás de biombos para depois porem a pata na poça! Já agora, e a guerra do Iraque, também é um tema fraturante? Tem alguma declaração clara de Cavaco sobre isso? e ele ignora as tão adoradas consequências económicas dessa guerra? E não tem nenhum a palavra sobre isso? Aí soares também se pronunciou, alguns acham fraturante...A mediocridade é que é "fraturante" !!!

     
  • At 3:18 da manhã, Anonymous lucas manarte said…

    acontece que há políticos com P grande que defendem causas e que estão à frente do seu tempo liderando a sociedade e há outros que ignoram os sinais dos tempos, escondem-se atrás de biombos para depois porem a pata na poça! Já agora, e a guerra do Iraque, também é um tema fraturante? Tem alguma declaração clara de Cavaco sobre isso? e ele ignora as tão adoradas consequências económicas dessa guerra? E não tem nenhum a palavra sobre isso? Aí soares também se pronunciou, alguns acham fraturante...A mediocridade é que é "fraturante" !!!

     
  • At 9:57 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Escreve-se fracturante.

     

Enviar um comentário

<< Home