Pulo do Lobo

quinta-feira, dezembro 01, 2005

Impaciência democrática

Duvido sinceramente da eficácia das entrevistas "rapidinhas" de Judite de Sousa aos candidatos presidenciais na RTP. "Coladas" ao Telejornal, as entrevistas parecem mais destinadas a cumprir uma obrigação do que propriamente a "esclarecer" o eleitorado. Intuitivo como sempre, Soares percebeu isso e "comandou", com sobranceria e uma notável impaciência "democrática" (sim, porque vindo dele é sempre "democrático"), a entrevista de Judite. Soares, quando está aborrecido, não é exactamente um modelo de educação e, diga-se de passagem, Judite, "a boa aluna", pôs-se a jeito, curvando-se respeitosamente quase todo o tempo perante o candidato, à maneira das velhas tribos onde se manda venerar os mais velhos. De qualquer maneira, Soares, naquela rápida meia-hora, revelou-se na sua idiossincrasia e nas suas fantasias. Quanto à primeira, recusou-se a abordar a questão nuclear da sua candidatura, a respectiva origem. Na véspera, do alto da sua vaidosa inocência política, Manuel Alegre já tinha passado boa parte da meia-hora a falar de Soares, coisa que, ao inverso, Soares não admitiu a Judite. Remeteu quaisquer explicações sobre o imbróglio dentro do PS, por sua causa, justamente ao dito PS e a Alegre. Arredou-se, aliás, prudentemente do partido e evitou os dois principais motivos do seu avanço: a séria hipótese de, em Julho, o PS se "inclinar" para Freitas do Amaral, por um lado, e o inimigo de estimação, Cavaco, por outro. Nas contas de Soares, Alegre não conta e a "boa aluna" aceitou que ele não contasse. Em matéria fantasiosa, Soares não teve muito tempo para "brilhar". Mesmo assim, continua a imaginar-se comparsa de uma Europa morta e enterrada, pelo menos desde que Kohl e Mitterrand desapareceram de cena. Fala dos seus contributos indiscutíveis para a estabilização democrática do país como se tivessem ocorrido ontem - Soares é um homem do "Mercado Comum", dos anos 70, e não tanto da "União Europeia" do euro - e insiste no seu tropismo "anti-globalização" e no seu "conferencismo" multilateralista como provas de seguro de vida internacional, devidamente alinhados pelo anti-americanismo mais radical. Ou seja, Soares continua a conversar essencialmente para ele próprio e para os seus cortesãos de circunstância, e cada vez menos para um país que ele já não consegue compreender justamente por causa da sua impaciência "democrática".

Adenda: Sobre a "prestação" de Judite de Sousa, ler este post de António Ribeiro Ferreira. E, sobre Soares, Medeiros Ferreira, cada vez mais embevecido com as sublimes prestações do chefe mais velho da tribo. Ou, noutro sentido, as "citações" mais "significativas da entrevista pelo Aforismos & Afins.

11 Comments:

  • At 3:01 da tarde, Anonymous afterdream said…

    Depois do triste espectáculo que o Dr. Mário Soares deu ontem, a shortlist está feita:

    -Anibal Cavaco Silva
    -Manuel Alegre

    Vamos ver agora como correm os debates...

     
  • At 4:07 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Ó Gonçalves, lê esta.

     
  • At 4:14 da tarde, Anonymous gilvicente1000 said…

    É bom que a elevação com que o troglodita cavaquista apoia o candidato comum encontre acolhimento nesteblog.
    Les bons esprits...

     
  • At 4:28 da tarde, Blogger Tiago Mendes said…

    O que se passou ontem foi uma vergonha como nao me lembro de ver em Portugal. Acho que a analise de ARF e' algo enviesada e frouxa. Porque o facto e' que Judite de Sousa nao podia ter feito muito mais, e porque a forma como deixou SOares "'a solta" acabou por ser a melhor resposta.

    'As vezas ha' insultos de tal forma baixos que so' qualificam quem os faz. A forma arrogante, sobranceira, e pouco democratica, com que Soares tentou conduzir o debate, qualifica-o a ele, e quanto a mim e' mais que suficiente para perceber quer o estado de desespero do homem, quer o quao inapropriado seria dar-lhe outro mandato.

    Ainda em relacao ao comentario de ARF, eu acho que a resposta que Soares merecia era esta:

    "Mas, caro Dr. Soares, quem conduz a entrevista sou eu, tao como aconteceu ontem e acontecera' no futuro. Sabe melhor que muitos que essa o respeito pelo formato do debate e' um ingrediente basico para podermos ter um dialogo civilizado e apropriado".

    Agora imaginam o que seria a primeira pagina dos jornais no dia seguinte?

    "RTP apoia Cavaco".

    "Judite de Sousa assume o seu alinhamento 'a direita".

    "Judite de Sousa parte a louca e tenta derrubar Soares".

    E por ai fora. Nao e' preciso ter muita imaginacao. Gostaria que a jornalista tivesse sido mais dura, mas compreendo o seu posicionamento. De qualquer modo, nunca morri de amores por ela (jornalisticamente falando, claro).

    O que me chocou foi o nivel - praticamente "fisico" - de violentacao que Soares se proporcionou, acompanhado dum paternalismo inaceitavel, e chegando ao ridiculo, quando ele diz "Eu estou-lhe a dizer isto com SIMPATIA, atencao".

    Enfim, o melhor servico que ele podia prestar a Cavaco, como de resto tem sido do seu apanagio. Mas nao e' a idade, claro que nao... e' a vaidade ferida, e' o desespero do burgues que percebe que nao se sentara novamente na cadeira desejada.

    http://aforismos-e-afins.blogspot.com/2005/12/entre-arrogncia-e-o-desalento.html

     
  • At 5:12 da tarde, Blogger André Carvalho said…

    Ontem, o Mário Soares apanhou-me desprevenido quando estava a acabar de jantar.

    Olhei para a TV, e "olha!... o gajo vai falar hoje?".

    A minha sogra fingiu que não tinha ouvido. É claro que ela vai votar nele. Tal como qualquer outra boa sogra que se preze.

    Achei-o com um ar cansado. Pudera, com 82 anos e nesta fase da pré campanha já percorreu quase o país todo. Sinceramente, senti um bocado de pena do homem. Está farto que calcorrear os caminhos de Portugal e as sondagens nem sequer reagem... ou reagem mal. Pois, eu sei! Eu também não acredito em sondagens, mas que elas existem, existem!

    Por momentos esqueci-me dos 57 países por onde viajou enquanto foi presidente da república e do desgaste que deve ter sido para aquele ancião ter de percorrer o equivalente a 22 voltas ao mundo. Realmente não está nada mal para 82 anos. Vê-se bem que só poderei chegar aquela idade e naquela forma com muito, muito dinheiro e com pouco, muito pouco trabalho. Há gajos com sorte.

    Já estou farto de ouvir entrevistas com Soares, mas procuro nunca perder nenhuma. Sou fã! Contudo, desta vez, estava hesitante entre a entrevista ou ir ver o DVD do Live 8 que a minha amiga Suzana e o Miguel me ofereceram pelo meu aniversário. Enquanto a Judite, sempre de sorriso amarelo rasgado, procurava fazer algumas perguntinhas ao velho Mário, eu ia-me entretendo a escolher quais dos quatro DVD's do Live 8 ia ver a seguir à entrevista. Pela lógica deveria começar a ver o primeiro, mas levar logo com Paul McCartney no início, "nem pensar!" Apesar de logo a seguir aparecerem os U2 e os Cold Play, não fiz mal a ninguém para ter de levar com 3 músicas seguidas do Elton John. Definitivamente, "Não!". Era um DVD damasiado Soarista. Apesar de Soares ser do tempo das grafonolas, a junção daquela entrevista, com Paul MacCartney e Elton John iria com toda a certeza prejudicar a minha digestão.

    Depois de ouvir tantas entrevistas ao Mário Soares, já sei perfeitamente o que a casa gasta, por isso, agora, limito-me a observar as suas reacções. "O homem está nervoso!", a coisa não estava a correr nada bem. "Parece-me irritado", e estava. Arrogante? Poe arrogante nisso! "O homem está-se a passar dos carretos!" :) O sorriso constante na boca da Judite estava a ter um efeito nefasto no bicho.

    No DVD 2 aparecia Madonna, "Fixe!", os The Killers, "Olha olha, os gajos ainda estão vivos!?", os Linkin Park, "Super cool! É isto mesmo! Linkin Park! Olha! E tocam o In The End". Os Linkin Park não tinham, definitivamente, nada a ver com Mário Soares. Pensando melhor, não tinham nada a ver com nenhum dos candidatos.

    Inseri o DVD 2 e carreguei na música 18. Quando comecei a ouvir os primeiro acordes do «In The End», esqueci-me completamente da entrevista, e passei o resto do serão a cantarolar o referão: «I tried so hard, And got so far, But in the end, It doesn't even matter, I had to fall, To lose it all, But in the end, It doesn't even matter». "Ganda som!"

     
  • At 5:52 da tarde, Anonymous Zé sempre em Pé said…

    A velha raposa da políca que dá pelo nome de Mário Soares , muito inteligentemente demonstrou realmente uma certa impaciência democrática, não caindo na teia montada pela mesma jornalista que enredara M. Alegre durante 20 minutos à volta do diferendo PS-Alegre,durante uma mini-entrevista de apenas 30 minutos.
    De facto é absolutamente ridículo o formato adoptado pela Televisão Pública de adptar o estilo de rapidinhas, manifestamente insuficiente para esclarecer os cidadãos sobre os programas e os projectos com que os diversos candidato se apresentam a eleições de natureza tão importante como são as presidenciais.
    Dito isto, e porque Soares já sabia ao que ia, foi muito objectivo, encurtando caminho armadilhado por pequenas questiúnculas politiqueiras de certa forma de jornalismo tablóide, tão ao gosto de certas audiências que gostam mais da pequena intriga do que falar do que é essencial e importante.
    E então quando começou a falar da finalidade e objectivos da sua candidatura,tivemos ocasião de assistir a uma performance televisiva notável, durante a qual conseguiu, apesar do pouco tempo disponível, expôr de uma forma clara e consistente que não só tem um projecto consistente e credível para a Presidência da República, como ainda pode apresentar como garantia, toda a sua experiência adquirida durante os dois mandatos em que exerceu aquele alto cargo, com a aprovação generalizada do povo português.
    Essa garantia aliás não pode ser oferecida por mais nenhum outro candidato, sendo que o seu principal opositor Cavaco Silva depois de um consulado de 10 anos como primeiro-ministro, apesar das 2 maiorias de que desfrutou não fez as reformas estruturais que eram necessárias, deixando o país com um défice "monstro", fugindo do partido e do governo, sim digo do governo,porque recusou-se a recandidatar-se a outra legislatura, tendo então sido o seu colega de partido Fernando Nogueira a pagar as favas, porque se tinham acabado as vacas gordas.
    Mas voltando à vaca fria, sobre a entrevista na RTP, pudemos ssistir ao acordar do "velho leão" demonstrou estar numa forma física e mental invejáveis para os seus "18" anos e apetece-me dizer
    que é como o vinho do Porto, quanto mais velho melhor, salvo as devidas diferenças.
    E estou de acordo com o Medeiros Ferreira : Quem não terá gostado?
    Então basta dar uma espreitadela pelo blogue citado para verificar que até esta altura já foram feitos 35 comentários, quase todos
    a "malhar" no "Homem", e que pela linguagem utilizada se percebe que até nisso Mário Soares tinha razão quando nessa mesma entrevista denunciou que o "unanimismo" em volta de Cavaco Silva não é natural mas sim artificial, aquilo
    mais parece um "Albergue Espanhol" onde cabem PSDs,PPDs,CDSs,PPs,PNRs e onde se pode ver até um apelo a Paulo Portas à Presidência, depois de Cavaco Silva terminar o seu mandato.
    Está visto que o verdadeiro opositor de Cavaco Silva é e sempre foi Mário Soares, e sempre que o "nosso Homem" espirra a Direita constipa-se.
    Que se cuidem os que ainda pensam que Cavaco vai ter um desfile triunfal na Av. da Liberdade, porque o "velho leão" ainda está aí para as curvas e já provou que ao contrário do seu directo opositor Cavaco Silva,que foge quando se avizinham dificuldades, Mário Soares sempre esteve presente nos momentos difíceis e nunca virou a cara à luta, quando era preciso defender a liberdade, desde o tempo da ditadura, nos tempos conturbados do PREC, nas negociações difíceis com o FMI para evitar que o país fosse à bancarrota, e nas negociações para a entrada para a CEE hoje UE, quando Cavaco nessa altura se opunha à nossa entrada.
    Por tudo isso e muito mais que aqui não cabe dizer, faço um apelo a todos os democratas conscientes que não se deixem embalar pelas manifestações de simpatia que a Direita dedica à candidatura de Manuel Alegre, tentando enfraquecer a de Mário Soares, e não é por acaso que esta é muito mais atacada do que aquela.
    É que bem lá no fundo, a tal Direita que Soares muito bem classifcou de artificialmente unanimista em volta de Cavaco, sabe perfeitamente que o único adversário com estofo político e peso institucional para derrotar o seu candidato é sem sombra de dúvida Mário Soares.
    Janeiro será bom conselheiro !.

     
  • At 9:51 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Este Sempre em Pé só pode ser súbdito do Viagra.

     
  • At 1:48 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Ó Zé sempre pronto pa levar porrada.

    Mas o formato da entrevista rapidinha é de longe a que mais favorece Soares .

    1º Não o cansa , que sejamos justos não estou a ver nenhum dos outros concorrentes a fazer o mesmo naquela idade .

    2º Enquanto os outros candidatos não têm tempo de se vingar da entrevistadora que é uma víbora e falar o que lhes apetece , Soares domina totalmente , cagando e andando.

    3º na verdade numa rapidinha muito raramente os dois lados são beneficiados, quase sempre é o macho que goza... a femea fica a ver navios...neste caso o macho tá visto quem é ... sem sombra para duvidas ... ah... bns tempos ... hoje não se pode dizer o mesmo .... cof cof .... por falar nisso ... cof cof .... já se sabe o nome do turco ,namorado do nosso PM..... e aí ? sempre em pé ? beleza ? ou não tas a fim de papo ?
    Pronto pa mais porrada ?

    Já não chegam tres argumentos ?

    Agora o que faz confusão são aquelas pessoas que conseguem cagar e andar ao mesmo tempo...lololol... por falar em cagar .... lembra-me aquela frase do Ferro Rodrigues .... estou a cagar e a andar para o segredo de justiça ..
    Como se consegue cagar e andar ao mesmo tempo ? Eu imagino que isso só possa acontecer em marchas forçadas , tipo não tens tempo pa cagar mesmo ... aí ...vixe .. deve ser realmente um exercicio estranho , libertar as entranhas andando ?!?!aquela bosta caindo pelas pernas abaixo..como será ?

    Mas pelos vistos no partido socialista ( que nome mais confuso não se poderia chamar antes a grande p. que dá pa todo o mundo ! )o Ferro Rodrigues domina bem essa arte (?) e o Grande Mário claro ... ninguém como ele para ver alguém cagando e andando .

    Vixe... o principal problema é o cheiro.. e aí ? Zé Sempre em Pé ? Beleza ? e o outro smith .. cadê .. o sniper ?

    still tall ?

    for what is a man
    what has he got
    if not himself
    than he has not
    to say the things
    he truly fells
    and not the words
    of one who neels
    do you eat this
    Zé sempre em pé ?

    Afonso Henriques

     
  • At 11:19 da tarde, Anonymous Zé Sempre em Pé said…

    Este Afonso Henriques é um "valentim" das dúzias, tipo major Valentão, quantos são? eu não tenho medo de ninguém...!
    Mas caga-se e anda... ! (Sic)
    Insultos, palavrões as suas armas,
    mas caga-se e anda !
    Arrasta-se pela lama da calúnia,
    mas caga-se e anda ... !
    Arma-se em machão latino...
    mas caga-se e anda...!
    Tem as ideias borradas...
    mas caga-se e anda ...!
    Tem um cérebro de caca...
    mas caga-se e anda...!
    Usa expressões malcheirosas...
    mas caga-se e anda ...!
    escreve em inglês das docas...
    mas caga-se e anda...!
    Tem calma Afonsinho, porque por este andar, com tanto cagar... ficas com os miolos vazios...!

     
  • At 2:33 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Sentiste o cheiro , sempre em pé ?
    É porra louca não é ?
    Escrever com cheiro ...viagem maluca ..

    Podia ser cheiro delicioso , poderia ser um extraordinário aroma , poderia lembrar a maravilhosa Adriana Lima ..conheces ?jasmim...

    MAS NÃO..... FEEEEEEEDDDEEEE
    A CAGANÇA e ANDANÇA dos socialistas como Paulo Pedroso e quejandos

    Nuvem Negra

     
  • At 4:08 da tarde, Anonymous Zé Sempre em Pé said…

    Esta Nuvem Negra deve ter uma paixão assolapada pelo P. Pedroso, mas pelos vistos ele deve ter-te rejeitado porque não aguentou o cheiro de quem tanto caga.!
    Queres um conselho ?!... :
    Vai tomar banho que é coisa que não deves fazer desde que a tua mãe te tirou as fraldas e te internou na Casa Pia, com a recomendação de seres entregue aos cuidados "intensivos" do teu amigo Bibi.
    E não te esqueças de o fazer antes de 22 de Janeiro, porque senão não te deixam aproximar da mesa de voto e lá se perde um voto quem sabe decisivo para o futuro do "Portugal Maior".
    E não te esqueças de levar o BI porque Nuvem Negra não tem direito a voto, mas o Afonsinho Henriques devidamente identificado, ainda que cheire mal, sempre tem algumas hipóteses de o fazer.
    É que pode haver por perto algum piquete de recolha de lixo da Câmara que seja preciso activar, mesmo em dia de eleições.
    A bem da Ecologia, contra a Poluição.

     

Enviar um comentário

<< Home