Pulo do Lobo

sábado, novembro 26, 2005

Memórias dos 10 Anos


«Human development index

The human development index (HDI) is a simple summary measure of three dimensions of the human development concept: living a long and healthy life, being educated and having a decent standard of living. Thus it combines measures of life expectancy, school enrolment, literacy and income to allow a broader view of a country’s development than using income alone—which is too often equated with well-being.»

Fonte: United Nations, Human Development Reports

20 Comments:

  • At 12:49 da tarde, Anonymous luís barbosa said…

    este blog é verdadeiramente abjecto!!!!
    não adianta dourar a pílula com gráficos!!
    se o "cavalheiro" era assim tão bom porque é que foi corrido?????
    se o "vosso" candidato fosse o santana lopes usavam os mesmos argumentos????
    tenham juízo!!!!
    cavaco NÃO...NUNCA !!!!!!

     
  • At 1:47 da tarde, Anonymous Vitor Martins said…

    Este senhor de cima não sabe do que fala. Cavaco ganhou 3 eleições seguidas, as duas últimas com mais de 50%. Depois teve 46,5% nas presidenciais. Acha que se ele fosse mau tinha tido estes votos todos?

     
  • At 2:10 da tarde, Blogger Arrebenta said…

    Apesar do seu fundo de papel de parede da casa da minha vovó
    (foi de certeza a Maria, Modesta e Modista, que o escolheu e colou)
    cumpre-me aqui vir,
    mais uma vez,
    dar as saudações democráticas a um blogue,
    que,
    embora no campo oposto ao meu,
    nesta nossa fátua guerra de 3 meses,
    sempre publica as "armas químicas" dos meus comentários.

    Pena é que o "Super-Mário",
    que,
    parece,
    também os lê e aplaude,
    apesar do meu pedido, por email, de inserção de um espaço de comentários, como o do "Pulo do Lobo", nunca lhe tenha correspondido.
    Pronto, aqui fica o elogio e o desabafo.

    Agora, vamos à guerra, meninos, chega de vos passar a mão pelo pelo, sua cambada de safados! Lá vou eu para o meu paiol,
    apontar as armas para aqui. :-)

    Abraços e bom trabalho,
    como dizia o Churchill, "A Democracia é o pior de todos os regimes... depois de excluirmos todos os outros".

     
  • At 7:59 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Luís Barbosa,
    corrido?! Cavaco Silva, para lhe refrescar a memória, não perdeu nenhuma eleição legislativa a que concorreu. Obteve, por duas vezes, mais de 50% dos votos. Após o maior desgaste que um PM sofreu em toda a III República, candidatou-se a PR e obteve 46% (percentagem que dificilmente algum dos seus opositores de hoje obterá).
    E acha pouco?
    Mas, afinal, ainda queria ser hoje governado pelo Prof.? Parece...

     
  • At 10:18 da tarde, Blogger el__sniper said…

    Desculpem mas o vosso gráfico é enganador, até parece que o índice decresceu. aqui está o valor do índice para vários anos:
    2.  Human development index trends
    Human development index (trend), 1975: 0.787
    1980: 0.802
    1985: 0.826
    1990: 0.849
    1995: 0.878
    2000: 0.898
    2003: 0.904

     
  • At 10:31 da tarde, Blogger el__sniper said…

    Mais ainda, as contas que levaram à construção do gráfico estão erradas.
    Veja em blogdelsniper.blogspot.com
    o gráfico correcto e explicação da sua construção.

     
  • At 12:02 da manhã, Anonymous jcd said…

    Caro Sniper - embora as conclusões não sejam muito diferentes, o gráfico que apresentei foi construído com base nas tabelas de excel que acompanhavam o HDI em 2002 e que eram:

    1975 - 0.737
    1980 - 0.760
    1985 - 0.787
    1990 - 0.819
    1995 - 0.855
    2000 - 0.880

    Como pode ver na página 153 do respectivo relatório, aqui:

    http://hdr.undp.org/reports/global/2002/en/

    Se os dados apresentados no relatório de 2005 alteram a informação referente ao passado, ou os critérios foram alterados ou reacertaram informação.

    Mas a conclusão a tirar mantém-se: Foi durante o período de Cavaco Silva que o índice mais cresceu em Portugal.

     
  • At 12:16 da manhã, Blogger el__sniper said…

    A questão é que estes dados estão sempre a ser revistos e devem utilizar-se sempre os MAIS recentes, e foi o que eu fiz (fui directamente à fonte), e não os MAIS convenientes.

    Depois não faz sentido comparar taxas de crescimento deste indicador pois é construído a partir de três (esp. de vida, escolarização e PIB), sobretudo quando os dois primeiros têm um limite superior natural.
    É natural que quando se chega próximo do limite dos dois primeiros indicadores só resta o terceiro para fazer crescer o HDI.
    Se não fosse assim diriamos que a Noruega tinha estagnado:
    2000 - 0.956
    2003 - 0.963
    era não era?

     
  • At 12:21 da manhã, Blogger el__sniper said…

    Disse. "Foi durante o período de Cavaco Silva que o índice mais cresceu em Portugal."

    mas as actuais eleições são para PR logo devia-se era ver quem era PR na altura e, surpresa:

    "Foi durante o período de Mário Soares como PR que o índice mais cresceu em Portugal."

     
  • At 9:35 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Entramos na argumentação demagógica?

     
  • At 12:41 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    O gráfico apresentado constitui uma grosseira manipulação dos dados do relatório, como foi já evidenciado por outro leitor.

    As pseudo-explicações apenas confirmam o facto.

    O verdadeiro problema de Portugal é cada vez mais a falta de honestidade intelectual das auto-proclamadas elites ...

    Carlos

     
  • At 12:51 da tarde, Blogger jcd said…

    Por acaso não é bem assim. O aumento do rendimento tem um pequeníssimo impacto no HDI por opção política da UNDP. Enquanto que para os outros indicadores a escala é linear e até mais do que proporcional, para o rendimento é logarítmica (ou cúbica inversa, já não me recordo bem). Se assim não fosse, os países nórdicos já andavam muito por baixo e seria muito difícil explicar que aquilo que sempre andaram a dizer nem sempre se verifica na realidade...

    Comparando a Suécia com os EUA (usando o relatório de 2002 porque o tenho em papel) e porque já tinha a comparação feita de outros tempos:

    Esperança de Vida à Nascença :
    Suécia : 79,7 anos (Índice: 0,91)
    EUA : 77,0 anos (Índice: 0,87)

    (Uma diferença de 3,5% no índicador resulta numa diferença de 4,6% no índice)

    Literacia de Adultos - Envolvimento no sistema de ensino
    Suécia : 100% - 101% (índice: 0,99)
    EUA : 100% - 95% (índice: 0,98)

    Pão - GDPpc PPP
    Suécia : 24.277 (índice : 0,92)
    EUA : 34.142 (índice : 0,95)

    (uma diferença de 46% no indicador resulta numa diferença de 3,3% no índice).

    Com isto, a Suécia sai à frente dos EUA...

    Suécia: 0,940
    EUA : 0,939

    A ideia que tenho é que a cada ano dão menos importância à enorme diferença de riqueza e mais a pequenas diferenças em dados que beneficiam os páíses nórdicos... mas isso é outra conversa. A UNDP sempre teve agenda política. Basta ler o relatório para o confirmar.

     
  • At 1:47 da tarde, Anonymous sergio reis said…

    Muito curiosa esta alteração. Confirmei que ambos os números estão certos, os do jcd e os do sniper. Alteraram-se os pesos relativos e agora valoriza-se menos o crescimento económico.
    Porque será?

    Pensava que este índice fosse muito mais complexo.

     
  • At 1:53 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Utilizar dados históricos não é manipulação. Não é natural ir todos os anos alterar o passado. Manipular é mudar as séries históricas ano após ano. Acho inacreditável que não haja uma série estatística coerente...

    Agora até alteram as classificações no passado. A credibilidade deste índice é mesmo muito fraca.

     
  • At 1:54 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Onde está o comentário?

     
  • At 1:54 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    teste

     
  • At 1:55 da tarde, Anonymous wdswsd said…

    sdsdsd

     
  • At 10:18 da manhã, Blogger jcd said…

    wdswsd

    disse

    «sdsdsd»

    Discordo. Poioiop, talvez tytghgt, admito mesmo zxxcdsd mas nunca, nunca sdsdsd.

     
  • At 9:19 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Relativamente à sua explicação da construção do crescimento do indice de crescimento humano, continuo a afirmar o mesmo. Em 1985 Portugal tinha indices de literacia e esp. de vida à nascença que permitiam amplos crescimentos (onde os fundos da CEE, depois UE permitram através da construção de escolas e ume rede hospitalar decente melhorar em muito o indicador). Além disso se o peso do GDP é logaritmo decrescente, significaria que fazendo o MESMO em termos percentuais(mais em termos absolutos) : igual aumento % na escolaridade, na esp. de vida e no GDP, o indice crescia menos, logo...

    MAIS

    ... sobre o GDP, como deve saber, qq estudo teórico de economia usa uma função utilidade concava em rendimento (crescimento menos do que linear), a % de escolaridade é linear pq é a soma dos individuos, o nível de vida é uma soma pq a utilidade de hoje é a soma da utilidade ao longo da minha vida (embora devesse ser descontado para o momento presente).

    ...a UNDP não faz grande questão sobre a variação de longo prazo dos países individualmente, faz o índice para ordenar os países...

    ..., para os alinhar de + a - desenvolvido, foi para isso que foi desenvolvido, não para fazer análises absurdas de variação anual.
    O que interessava era saber a posição relativa de Portugal
    nesses anos.

    el__sniper

     
  • At 6:25 da tarde, Blogger Maio said…

    Cavaquismo (1985-1995): 10 anos perdidos!

    Esta é a melhor forma de mistificar a realidade. Apresentar um gráfico como se ele fosse a verdade toda. E a verdade é que não é…

    Entre 1985 e 1995, o HDI de Portugal cresceu efectivamente (0.826 em 1985; 0.849 em 1990; 0.878 em 1995).
    O que aconteceu foi que os outros também cresceram e, apesar do propalado "milagre", o nosso "extraordinário" crescimento apenas deu, tangencialmente, para subirmos um lugar no ranking do desenvolvimento (de 25.º para 24.º), por troca com a Grécia (0.876 em 1995).

    Só por falta de seriedade intelectual ou por despudorada campanha propagandística se pode pretender "tapar o sol com a peneira"! Os 10 anos do cavaquismo foram 10 longos anos perdidos. Irremediavelmente…


    PS — Com a "moderação de comentários"/ censura a funcionar, não sei se isto vai passar! Enfim, tentar não custa…

     

Enviar um comentário

<< Home