Pulo do Lobo

terça-feira, dezembro 20, 2005

Debate - 10

Não chegou. Não chegou, apesar do "estilo" caneleiro, de efeito garantido junto do "povo", não chegou, dizia, para os objectivos do candidato. Aliás, as declarações imediatamente proferidas após o debate não o desmentem. Por vontade dele, haveria mais cem debates e, pelo menos, seis "voltas" eleitorais. O rosto de Soares, onde se lê sempre o que lhe vai na alma, não revelava satisfação. Foi, para usar o seu delicado termo, "curto". Cavaco "corria" e "corre" numa "pista" completamente diversa. "Corre" - tem que se dizer desde já e com toda a clareza - para vencer maioritariamente o acto de 22 de Janeiro. Não me parece que, feitas as contas aos dez debates - e, particularmente, a este - que isso seja, de todo, impossível. Cavaco "passou" razoavelmente a prova dos debates que era, de longe, a mais difícil e Soares, intuitivo, percebeu isso. Resta a Soares o "terreno" onde nunca se sai mal e onde, provavelmente, resistirá bem. Tal como não chegou o debate, muito provavelmente também o "terreno" não chegará. A "hora" não é manifestamente a de Soares. Já foi. Já não é mais.

7 Comments:

  • At 11:11 da tarde, Anonymous Lusa Atenas said…

    Já fui ao Super-Mário e reparei que os paladinos dos debates não têm aberto os comentários.
    São democratas soaristas.
    O debate foi uma enxurrada de provocações e grosserias. O "fala-barato" teve sorte em ter pela frente Cavaco Silva, homem educado e respeitador.
    Eu peço muita desculpa das gargalhadas que dei principalmente quando Soares (maleducadamente chamava Dr. a Cavaco) e depois ele próprio (sempre eu) se intitulou professor universitário.
    Desculpem as gargalhadas mas foi impossível conter-me. Um licenciado que fez o curso com 10 valores auto-intitular-se também professor universitário é realmente cómico e revela bem o nível da criatura.

     
  • At 11:52 da tarde, Anonymous Anonimo da Zita said…

    Não ha duvida que Cavaco levou uma banhada.
    Um homem como Soares com 81 anos ja se admite tudo e com razão, pois um guarda livros a quem intitulam de professor acaba por ser um boçal ao lado de Soares.
    Vamos ver no que isto ainda vai dar.
    Se calhar vai-nos tocar como na America Latina,um Chaves um Lula ou um Indiolá de Boliqueime e depois uma Maria saida das telenovelas.

     
  • At 12:21 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Queira-se ou não, o facto é que o m.s. levou uma lição de civismo e educação - se é que consegue aprender alguma coisa.
    Não esquecer que ele tinha um plano, para o pós-25A. Realmente esforçou-se na sua aplicação. Que o digam as populações de Angola, Moçambique... O que dizer de Timor com cerca de 165.000 vitimas devido à ocupação Indonésia, mas originada por esse bandalho.

     
  • At 2:53 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Antes de mais, louvo-lhe a rectidão do seu comentario, qualidade que infelizmente não abunda por estes lados( é certo que noutros tambem não ). Julgo que a analise global que fez dos debates está correcta, apesar do de hoje, ter servido para elucidar algumas questões. É inegavel a subida de "forma" tanto de Soares como de Cavaco. É inegavel tambem que são,os dois, figuras proeminentes da democracia portuguesa, e que tomara a Portugal ter sempre dois candidatos desta craveira. De notar tambem a indelicadeza de Soares na questão "do que lhe diziam de Cavaco!". Mas tambem foi interessante notar uma certa afirmação de Cavaco no seu ideal de "rumo certo para Portugal". Sendo certo que o seu rumo pode não ser o do governo fica por responder como actuará nessa eventualidade. Cavaco parece que confia cegamente nas sua visão estratégica e não dá mostras de ser maleável ao ponto de reconhecer valor a diferentes pontos de vista. Tal facto, só por si, deve preocupar( obviamente que não em demasia).
    MP

     
  • At 2:58 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Mais uma coisa( ainda não tinha visto este comentario). Acerca de Timor, aconselho vivamente este senhor ou senhora a estudar um pouco de historia contemporanea, ou se não tiver paciência apenas uma cronologia histórica. Aí sim poderá dizer as barbaridades que quiser, mas pelo menos não serão ficção cientifica como esta.

    MP

     
  • At 10:29 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    ..."ficção cientifica como esta."
    Além de ter lido História (já agora de que autor?),nos isentos, não encontrei nenhum a corroborar a afirmação de m.s. em se ter procedido a uma descolonização exemplar. Acresce que também vivi os acontecimentos e de uma forma muito mais directa do que MP poderá crer. Repare que os números de, foram ontem divulgados na TV, com fonte na Agência Lusa.
    Quanto a bandalho, aprendi ontem com o m.s. que não poderá ser consioderado como ofensa mas, tão somente, como apreciação politíca ou civíva.
    Já agora e como gentileza se paga com gentileza, aconselho vivamente que procure estudar e analizar, um pouco dos ficheiros secretos e alguns já divulgados na Internet, sobre Portugal. Se quiser até lhe posso indicar o endereço.
    Nota - Olhe que é de uma pessoa se sentir envergonhada.

     
  • At 11:19 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    MAS PORQUE È QUE CONTINUAM A CHAMAR AQUILO DE DEBATE ?????


    -Hou um entrevistado e 3 entrevistadores.
    Só!

     

Enviar um comentário

<< Home