Pulo do Lobo

terça-feira, janeiro 17, 2006

Os ovos, os cestos e a humildade de Mário Soares

Para Mário Soares, no entanto, a teoria dos ovos e dos cestos estava errada:
"Sábado: Porque devem os portugueses desta vez pôr os ovos todos dentro do mesmo cesto? Mário Soares: Já antes os puseram todos no mesmo cesto e as coisas até funcionaram bem. O Dr. Jorge Sampaio demonstrou, com um Governo do PS, que eu não tinha razão com essa teoria. E ficaram os ovos todos no mesmo cesto. Não veio nenhuma desgraça ao País, antes pelo contrário, veio um período de boa estabilidade e entendimento" (revista Sábado, 6/1/2006).
Soares esquece, no entanto, que o PS não tinha maioria absoluta nem em 1996 nem em 2001 (momentos da eleição de Sampaio), e que, na época (nomeadamente em 1996), foi abundantemente salientado pela campanha de Sampaio, e pela esquerda em geral, que a eleição de Sampaio não provocava nenhuma concentração exagerada do poder, justamente porque que António Guterres não tinha maioria absoluta.
Seja como for, deve agradecer-se ao candidato do PS, ao assumir a sua mudança de posição, este profundo, tão raro e tão desinteressado acto de humildade...