Pulo do Lobo

sábado, dezembro 03, 2005

Votar e ser votado

É só uma pergunta ditada pela curiosidade: alguém consegue descortinar alguma coerência naquilo que Mário Soares tem dito, por esse país fora, neste último mês? É que nada rima com nada. Esta pergunta conduz a uma outra questão. Não é que não se perceba que haja quem queira votar nele: o que não se percebe é porque é que ele quer que votem nele. Pura e simplesmente, não se percebe.

5 Comments:

  • At 8:14 da tarde, Anonymous Vasco Gabriel said…

    Já agora, o que é que Cavaco disse (sublinho, disse) que arrebate eleitores que não os suspeitos do costume? Pois...

     
  • At 9:00 da tarde, Anonymous Outro said…

    Vemo-nos na 2ª volta. E ainda melhor: vemo-nos depois da 2ª volta.

     
  • At 9:26 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Ó Tunhas, eu gosto é do Hino, o do Loureiro.

     
  • At 12:13 da tarde, Anonymous JPE said…

    "o que não se percebe é porque é que ele quer que votem nele"
    Vou arriscar: O que Soares quer é manter a Fundação Mario Soares bem oleada,e com isso manter os amigos tranquilos e satisfeitos.

     
  • At 3:39 da tarde, Blogger ZP said…

    é verdade: soares não oferece uma unica razão válida (até a tentativa de se arvorar o unico capaz de "promover consensos " na sociedade já caiu, com cavaco, atento, a lembrar as suas concertações sociais), mas dá a impressão de que não está nada preocupado com isso. a sua postura nos ultimos anos tem sido coerentemente a de quem considera ter atingido um estatuto acima de tais menoridades. nesta pré-campanha tem mantido essa postura de "vieux terrible" (porque "enfant", enfim, já não é) soltando inopinadamente comentarios avulsos (sobre o que lhe ocorre no momento?). para soares, aparentemente, chega-lhe "ter perfil" para PR. é pouco, de facto.

     

Enviar um comentário

<< Home