Pulo do Lobo

quinta-feira, dezembro 01, 2005

Bom-senso e sensibilidade

Os apoiantes de Mário Soares gostam de referir a (muito efectiva e indesmentível) vitalidade física e intelectual que ele exibe aos 81 0u 82 anos. É de uma falta de bom-senso extraordinária. Que os adversários convenientemente cordatos, entre duas críticas, o façam, percebe-se - e perdoa-se-lhes o, com alguma indelicadeza, apontarem o óbvio. Que os apoiantes (como Medeiros Ferreira, por exemplo, no blog Bicho Carpinteiro) se dediquem ao exercício ("Não gostavam de estar assim naquela idade?", ou coisa parecida), manifesta uma ausência de sensibilidade lancinante. É preciso explicar porquê?

3 Comments:

Enviar um comentário

<< Home