Pulo do Lobo

terça-feira, novembro 22, 2005

Um homem com qualidades (III)

Cavaco Silva, embora não emita muitas opiniões, já mostrou que tem qualidades. Continuamos a discutir os mesmos problemas, mas as condições que hoje temos para os enfrentar são melhores do que eram nos anos 80. Apesar de todas as insuficiências do sistema de ensino português, as gerações mais novas estão mais bem preparadas do que as anteriores. As infra-estruturas são incomensuravelmente melhores. António Barreto no livro que organizou, A Situação Social em Portugal, 1969-1999, descreve a dimensão dessa mudança. Portugal mudou.
As qualidades de Cavaco Silva ajudaram à mudança. Embora isso não signifique que tenha sido Cavaco Silva o único responsável pela mudança (ou das mudanças que ficaram por fazer). A abertura da economia e da sociedade portuguesa, a exposição à concorrência internacional, as privatizações, a abertura das televisões aos privados terão sido os grandes factores de mudança (voltarei a este tema). Houve uma liberalização da sociedade portuguesa com os Governos de Cavaco Silva. Por isso, ele soube, e não é pouco, como saberá hoje, enviar os sinais correctos para a sociedade portuguesa.
Eu sei que isto estará longe do mito de salvador da pátria que insistem em colar a Cavaco Silva. Infelizmente, não há, nem haverá nunca, um homem ou uma ideia que salvem Portugal. Isto não vai lá com uma ‘grande ideia’, porque essa não existe.
E, por isso, nem um homem com as qualidades de Vasco Pulido Valente a podia conhecer.

7 Comments:

  • At 1:34 da manhã, Anonymous VascoGabriel said…

    Gostei deste post. "O" problema de Portugal não é falta de "timoneiro" (apesar de CS em tempos ter querido transmitir essa ideia), nem sequer da arquitectura institucional da nossa democracia. Julgo, aliás, que a questão reside exactamente nessa ideia perniciosa do sebastianismo, que atravessa a nossa História nos últimos séculos. Portugal tem sido um país suspenso, andou-se na vidinha do comer-e-calar, sempre à espera da benesse ou do milagre. Nesse sentido, e tal como apontaste anteriormente, o slogan da campanha de CS é excelente. O meu problema maior com a candidatura do dito é precisamente a posição paradoxal de CS, com tiques a roçar o populismo parolo (a história de não ser político profissional, como se isso fosse alguma doença) e a de se apresentar como... o homem providencial ("os portugueses conhecem-me"...) que vai endireitar tudo isto. Poderá ser um probema de discurso, mas por vezes, a bota parece não bater com a perdigota...

     
  • At 5:58 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Pobres dos seus alunos, primeiro as suas referencias, como Vasco pulido Valente não são referencia para ninguém, que tenhas dois dedos de testa, e um pouquito de massa cinzenta na cabeça, pobres dos seus alunos, mas com referencias destas, estou certo que não iram ficar bem formados.
    E em segundo lugar tenho a certeza de que os Sr. Professor de Economia, não conhece bem a constituição da Republica, e quais são os poderes e as atrubuições de um Presidente da Républica, com crónicas como as suas eu fico na duvida, se o seu candidato está a concorrer para o cargo de Presidente da Répubublica, ou se está a recandidatar-se de novo a 1ºMinistro, é que as competencias dos dois cargos são distintas, e é importante que todos saibam para que vai servir o proximo acto eleitoral, quais as funções, e quais as atribuições do futuro Presidente da Républica.

     
  • At 10:47 da tarde, Blogger Fernando Alexandre said…

    Não concordo com o que dizes sobre Cavaco Silva apresentar-se como o homem providencial. Há na sociedade portuguesa muita gente que o vê com esses olhos, mas isso resulta mais do sebastianismo que ainda existe entre nós.
    Dou-te um exemplo sobre aquilo que entendo ser um equívoco dos críticos de Cavaco Silva.

    Dizem que cultiva tabus. Que há muito tempo decidiu candidatar-se à Presidência e só em Outubro o anunciou. Há mais de um ano que os críticos de Cavaco dizem isto (não sei até se há dois). No final de Julho até Freitas do Amaral se queixava desse facto, e insinuava a sua disponibilidade. Ficamos a saber nos últimos dias que o PS procurava, nessa altura, desesperadamente um candidato (não sei se isso estará relacionada com o never say never de Freitas do Amaral).
    Ou seja, o PS não conseguia encontrar um candidato, e por isso não o podia anunciar. Assim, perante o vazio, teorizava sobre a ideia do tabu.
    Ora, alguém, friamente, tem dúvidas de que Cavaco Silva anunciou a sua candidatura no momento mais adequado? Não nos podemos esquecer que nos últimos dois anos já lá vão três governos.
    Se o tivesse feito durante esse período estaria, na minha opinião, a querer aparecer como o salvador da pátria.
    Tem-se visto a vantagem para todos nós de Mário Soares ter avançado em Agosto. Apesar de andar a falar tanto e há tanto tempo ainda não consegui perceber o que é que tem a dizer-nos.

     
  • At 3:07 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Mas factos são factos.
    E contra factos não há argumentos.

    Não basta ter boas ideias , é FUNDAMENTAL saber ADMINISTRA-LAS BEM
    Nunca antes de Cavaco Silva se tinha ouvido a simples mas tão poderosa expressão " Cumprir prazos " .. Eu em 1987 ouvi com muita apreensão a Promessa de abertura de uma importantissima via de comunicação... que iria ser inaugurada no dia tal , do mes tal do ano tal.
    Juro ... que fiquei perplexo, me deu vontade de rir porque em Portugal até aquela data nunca nenhuma data era cumprida.Muito menos alguma coisa de longo prazo.

    Passados esses anos de obra cumprida , no diaaaaaa.
    Pura coincidencia dizem os típicos invejosos , Boa , excelente Administração digo eu.
    `
    É isso nitidamente o que Portugal precisa.. Boas ideias e excelente administração.

    Seria um Dream Team :
    Cavaco a PR
    Marcelo a PM
    António Borges a M. Finanças

    Ah.. aí Portugal ia para a frente

     
  • At 5:36 da tarde, Anonymous UM KRAVU said…

    Concordo .Seria um DREAM TEAM
    Cavaco a PR
    Marcelo a PM
    A.Borges a
    Ministro das Finanças ...
    O País modorrento ,laxista e descredibilizado que hoje somos
    qual Fénix renasceria das cinzas!

     
  • At 1:20 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    best regards, nice info
    »

     
  • At 10:28 da manhã, Anonymous Anónimo said…

Enviar um comentário

<< Home