Pulo do Lobo

sábado, novembro 12, 2005

As palavras e as coisas

Há uma razão simples e óptima para votar Cavaco Silva. Quando se lê ou ouve aquilo que ele diz, concordando-se aqui e discordando ali, tem-se a sensação de que ele fala da realidade e não de um qualquer mundo imaginário. Ouvindo os outros candidatos, tem-se a sensação inversa: o verbo ganha existência independente e entretem-se a si mesmo, abandonando este baixo mundo em busca de um encantamento qualquer. Não é por causa de Cavaco que eles falam sozinhos: é por causa do que dizem.

7 Comments:

  • At 12:15 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Quando é que o pulo do lobo entrevista Eanes, presidente da comissão de honra do candidato Cavaco? Gostava de conhecer as suas "ideias". Será que ainda quer lançar um novo partido? Sugiro um nome: PR o Partido dos Ressabiados.

     
  • At 2:35 da tarde, Blogger Alexandre Mota said…

    Para mim, Cavaco Silva é O candidato. Quando as outras candidaturas têm como objectivo vencer O candidato, passam a ser isso mesmo, 'as outras candidaturas'.
    Que vença Cavaco, para o bem da nação.

     
  • At 4:01 da tarde, Blogger JagoZ said…

    Cavaco é o unico candidato que não é anti-globalização , posto isto não á duvidas de que só posso votar em cavaco .

     
  • At 8:12 da tarde, Anonymous M.M.-Açores said…

    O facto de só aceitar comentários "a favor" é bem sintomático do que á a candidatura do Cavaco:
    Tudo a Bem da Nação (como Salazar).
    Estou esclarecido

     
  • At 9:44 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    existe outra razão para votar cavaco, o saramago deixa de ir encher a pança em cerimónias oficiais.

     
  • At 11:42 da tarde, Anonymous Carlos said…

    Como pertencente a geração rasca que Cavaco me apelidou,
    dou o meu testemunho que não o sou, pela minha conduta de vida saí do -0 e sou empresário bem sucedido.
    Lembro o Prof. Cavaco como uma pessoa distante pouco humanista que no caso de vir a ser Presidente não lhe valerá nada ser um técnico reputado, no meu entender um presidente deve se preocupar com as pessoas, coisa que nunca o fez enquanto teve como primeiro ministro, estando na altura dotado de grande somas de dinheiro e acabou por investir tudo no betão e pouco no que era primordial, nada menos nada mais que na massa cinzenta.
    Também reconheço que nestas eleições Presidenciais não se perfila nenhum candidato a altura do cargo.

     
  • At 4:22 da tarde, Blogger JagoZ said…

    o post anterior do sr. Carlos , tem um erro grave , quem disse que ele era de uma geração rasca , não foi o Cavaco , foi o Paulo Portas e talvez tivesse razão .... a massa cinzenta do sr. Carlos ou é "selectiva" ou esquece com muita facilidade quem o ofendeu , em qualquer dos casos fica provado como é "rasca" a sua openião , enfim um "humanista" bem sucedido na vida que se está a cagar para os problemas muito graves do país e principalmente da classe média ,que não é bem sucedida e como tal não se pode dar ao luxo de ser humanista .

    o que o país precisa , não é de um economista , é de muitos , que sejam sérios e competentes , que tomem medidas que desenvolvao o país , ora Cavaco é essencial na presidencia por ser um politico com preocupações economicas , que é o que o país precisa neste momento .
    se eleger-mos um humanista como o soares ou alegre , nem as timidas reformas do governo socrates serao possiveis , com cavaco muito mais sera possivel , quem sabe até uma reforma séria do ensino que acabe com estas gerações .... .

     

Enviar um comentário

<< Home